terça-feira, 2 de outubro de 2007

O Poder da Gentileza

Adaptado do Livro O Poder da Gentileza de Rosana Braga


Ser gentil, nobre, generoso, delicado, gracioso, mimoso, agradável, aprazível, amável, cortês... Ter gentileza (qualidade ou caráter de gentil, ação nobre, distinta ou amável, amabilidade, delicadeza)...
Está difícil hoje em dia, não?
Nunca tivemos tanta "auto-estima" e tão pouca tolerância! Tanto "amor-próprio" e tão pouca gentileza! Tantos títulos de mestres e doutores e tão pouca sabedoria!
Queremos que as pessoas nos aceitem como somos, mas será que não andamos perdendo a capacidade de refletir, de mudar, de admitir nossos erros, de pedir perdão?
Gentileza tem mais a ver com inteligência e coerência que com educação! Não se trata de um comportamento para se ter ao sair de casa somente, mas de atitudes integradas ao corpo e ao coração, disponíveis especialmente para aqueles que convivem conosco dia-a-dia...
São eles que colocam em xeque a nossa capacidade de ser genuinamente gentil!
- De que maneira poderemos agir com gentileza nas situações ameaçadoras e hostis?
- Como não acumular dores e ressentimentos diante de insultos, do tom de voz agressivo, das incompreensões, das intransigências?
- Quem está determinando as suas ações, as suas escolhas, o seu modo de agir? Seu caráter, seus princípios, seus valores ou as circunstâncias?


"Ouvistes que foi dito: Amarás ao teu próximo, e odiarás ao teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem;para que vos torneis filhos do vosso Pai que está nos céus; porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e faz chover sobre justos e injustos. Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis demais? Não fazem os gentios também o mesmo?"
Mt 5:43-47

Nenhum comentário: