domingo, 8 de março de 2009

Dia Internacional da Mulher


Ano passado no mês de março publiquei uma série de artigos para celebrar o Dia da Mulher. Acho que podemos relembrar!

- Falei sobre a história do dia 08 de março e porque foi escolhido - http://luelena.blogspot.com/2008/03/dia-internacional-da-mulher.html

- Trouxe um pouco sobre a Lei Maria da Penha e um link para o texto completo - http://luelena.blogspot.com/2008/03/lei-maria-da-penha.html

- Algumas informações sobre a comemoração do dia da mulher e a participação feminina na Câmara dos Deputados - http://luelena.blogspot.com/2008/03/participao-feminina.html

- Um texto sobre violência doméstica e a história de Maria da Penha - http://luelena.blogspot.com/2008/03/violncia-domstica-um-caso-exemplar.html

Como participação da Blogagem Coletiva sobre a Valorização da mulher brasileira escrevi minha resposta à pergunta:


Quem é a mulher brasileira?



Uma sonhadora, lutadora, empreendedora, resiliente, persistente, vencedora, desbravadora, cientista, criativa, inovadora, revolucionária, trabalhadora, conquistadora, perseverante...
Queria ter palavras suficientes e adequadas para listar todas as qualidades da mulher brasileira!
Precisaria de muito mais do que 365 dias para enumerar todo o talento e valor de cada uma!
Sinto orgulho de ser e de participar deste movimento de mobilização e valorização da mulher!
Acredito que a informação e a conscientização são ingredientes indispensáveis para fortalecer a imagem e a cultura, reconhecer nossos talentos naturais e principalmente, fazer justiça àquelas mulheres que nos dão diariamente exemplos de ousadia e coragem sendo ao mesmo tempo mulher, mãe e profissional, trabalhando para crescimento e desenvolvimento da família e desafiando crises, conflitos, limitações e dificuldades da sociedade brasileira.

2 comentários:

Edna disse...

Oi, Lu!
Parabéns!
Deixo uma contribuição...


Hoje é tempo de ser feliz

A vida é fruto da decisão de cada momento. Talvez seja por isso que a idéia de plantio seja tão reveladora sobre a arte de viver. Viver é plantar. É atitude de constante semeadura, de deixar cair na terra de nossa existência as mais diversas formas de sementes. Cada escolha, por menor que seja, é uma forma de semente que lançamos sobre o canteiro que somos. Um dia, tudo o que agora silenciosamente plantamos, ou deixamos plantar em nós, será plantação que poderá ser vista de longe...


Para cada dia, o seu empenho. A sabedoria bíblica nos confirma isso quando nos diz que "debaixo do céu há um tempo para cada coisa!"


Hoje, neste tempo que é seu, o futuro está sendo plantado. As escolhas pelas quais você procura, os amigos que você cultiva, as leituras que você faz, os valores que você abraça, os amores que você ama, tudo será determinante para a colheita futura.


Felicidade talvez seja isso: alegria de recolher da terra, que somos nós, frutos que sejam agradáveis aos olhos! Infelicidade, talvez seja o contrário.


O que não podemos perder de vista é que a vida não é real fora do cultivo. Sempre é tempo de lançar sementes... Sempre é tempo de recolher frutos. Tudo ao mesmo tempo. Sementes de ontem, frutos de hoje; sementes de hoje, frutos de amanhã!


Por isso, não perca de vista o que você anda escolhendo para deixar cair na sua terra. Cuidado com os semeadores que não o amam. Eles têm o poder de estragar o resultado de muitas coisas.

Cuidado com os semeadores que você não conhece. Há muita maldade escondida em sorrisos sedutores...


Cuidado com aqueles que deixam cair qualquer coisa sobre você; afinal, você merece muito mais que qualquer coisa.


Cuidado com os amores passageiros... Eles costumam deixar marcas dolorosas que não passam... Cuidado com os invasores do seu corpo... Eles não costumam voltar para ajudar a consertar a desordem...


Cuidado com os olhares de quem não sabe amá-lo... eles costumam fazê-lo esquecer que você vale a pena...


Cuidado com as palavras mentirosas que esparramam por aí... elas costumam estragar o nosso referencial da verdade... Cuidado com as vozes que insistem em lhe recordar os seus defeitos... e costumam prejudicar a sua visão sobre si mesmo.


Não tenha medo de se olhar no espelho. É nessa cara safada que você tem, que Deus resolveu expressar, mais uma vez, o amor que Ele tem pelo mundo.


Não desanime, ainda que a colheita de hoje não seja muito feliz. Não coloque um ponto final nas suas esperanças. Ainda há muito o que fazer, ainda há muito o que plantar e o que amar nesta vida.

Em vez de ficar parado no que você fez de errado, olhe para frente, e veja o que ainda pode ser feito...


A vida ainda não terminou. E já dizia o poeta que "os sonhos não envelhecem..."


Vá em frente. Sorriso no rosto e firmeza nas decisões.


Deus resolveu reformar o mundo e escolheu o seu coração para iniciar a reforma.

Isso prova que Ele ainda acredita em você. E se Ele ainda acredita, quem sou eu para duvidar... (?)

Padre Fábio de Melo

Padre Fábio de Melo é professor no curso de teologia, cantor, compositor, escritor e apresentador do programa "Direção espiritual" na TV Canção Nova.

Luiza Helena disse...

Obrigada!
Adorei sua visita e contribuição.
Sinto-me mais enriquecida após a leitura deste texto.
Deus lhe abençoe!