terça-feira, 1 de abril de 2008

Açougueiro? Cidadão!

Por Francisca Azevedo e adaptado por Luiza Helena

O fundador do Açougue Cultural T-Bone é Luiz Amorim, 41 anos. Luiz trabalhou como vigia e engraxate antes de ser contratado, aos 12 anos, por um pequeno açougue na 312 norte.
Durante o tempo em que morou nos fundos da loja, lia para passar o tempo. Acabou apaixonado pelos livros.
"Fui alfabetizado aos 16 anos, li meu primeiro livro aos 18 e depois comecei a ler muito."
"Meu primeiro livro foi um gibi de filosofia. Eu li e não entendi, mas achei interessante e aí comecei a ter essa compulsão pela leitura. Então, como eu morava no açougue e não tinha pra onde ir, eu fechava a loja e ia ler. E lia uma média de 10 a 15 livros por mês. O mundo mudou pra mim em todos os sentidos. Quando você faz uma coisa e se dá muito bem, você acredita que as pessoas fazendo também vão ser melhores. Foi aí que comecei essa campanha pra incentivar a leitura."
Quando, em 1994, os antigos donos do açougue resolveram vender a empresa, Luiz comprou e transformou a loja no primeiro açougue-biblioteca do mundo.
O acervo cresceu e quando beirava os 10 mil volumes, a vigilância sanitária interditou a loja. Considerou anti-higiênico que livros fossem acondicionados tão perto das carnes cruas.
Luiz Amorim diminuiu o acervo do T-Bone, mas não desistiu de sua biblioteca.
Em 2003 alugou duas lojas na SQN 712/13 e criou a ONG Projetos Culturais T-Bone. Encheu o espaço de estantes e, em pouco tempo, já contabilizava mais de 20 mil exemplares, além da excelente biblioteca, também uma Casa de Cultura, local de vários eventos culturais.

2 comentários:

Grace Olsson disse...

LIVROS SÃO TUDO. E EU QEURIA TER A OPORTUNIDADE DE LÁ IR E FICAR HORAS, DIAS TRANCADA, APENAS LENDO, DE PERNAS PRO AR...JÁ PENSOU A CENA...SERIA MUITO BOM.BEIJOS E DIAS FELIZES.

Juliana disse...

Lu, excelente lembrança! O trabalho e a história dele são maravilhosos!!
Bjs, Ju.